31/08/2018

Quais as causas da coceira no seu cão

Um dos problemas mais comuns que acometem os cães são as coceiras, que podem ocorrer acometer por várias causas, como: parasitas, alergias e piodermites. Para um tratamento efetivo, é preciso buscar auxilio de um médico veterinário para diagnosticar a causa com total precisão.

Um cão com um comportamento obsessivo em um ambiente que gere estresse ou ansiedade, pode ser a causa de do animal se coçar em excesso.

As coceiras em cães causadas por parasitas podem ser por sarnas, pulgas ou carrapatos.

A Sarna também conhecida como escabiose, é uma enfermidade contagiosa, podendo ser localizada, comum em filhotes, quanto generalizada. O principal sinal da sarna localizada é a queda de pelo ao redor da boca, olhos e nariz, esse tipo costuma-se curar espontaneamente em seis semanas, mas há chances de voltar e se tornar localizada. O tratamento de sarna localizada é feita com pomadas com peróxido de benzoíla, a generalizada deve ser tratada com orientações de um médico veterinário com banhos com xampus específicos e medicações para infecções secundárias. A sarna quando não é tratada a coceira irá continuar provocando sérias complicações de pele.

Uma das causas mais comuns das coceiras em cães são as pulgas, a reação vem da saliva da pulga ao picar, alguns cães possuem uma sensibilidade maior ocasionando uma coceira mais grave. Essa coceira faz o cão se machucar, desenvolvendo edemas, queda de pelo, feridas e casos mais graves, infecções. A coceira por pulgas não tem cura, pode ser apenas controlada com antipulgas e medicações antialérgicas.

Outro caso de coceira em cães é causado por carrapatos, que ao picar a pele do animal causa a coceira. Esse parasita se alimenta do sangue do hospedeiro que pode ocasionar também várias doenças. A melhor forma de tratar esse tipo de coceira é acabando com os carrapatos, imunizando o animal.

As alergias são uma causa comum de coceira em cães, podendo ser ocasionada por várias razões, contato com produtos químicos, mudança de ração, talcos perfumados, picada da pulga ou até algo desconhecido. Além da reação de coceira, o cão tende a se lamber com bastante frequência buscando o alívio. Para solucionar esses casos de alergia deve-se buscar ajuda do médico veterinário para obter um diagnóstico preciso da possível causa da reação alérgica. As piodermites são causadas por uma infecção bacteriana que também estimula a reação de coceira nos cães. Esse tipo de infecção apresenta lesões na pele, podendo ter pus ou não, ocasionando às vezes úlcera. Ao observar esse tipo de sinal, deve-se procurar um médico veterinário, fazendo-se necessários exames clínicos e laboratoriais para iniciar um tratamento efetivo. Geralmente, faz-se uso de antibióticos e xampus anti-sépticos.